quarta-feira, 7 de julho de 2010

Record acusa grupo RBS de 'omitir' caso de violência sexual contra menor

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...05/07/2010 |
Redação
Comunique-se

A Rede Record veiculou uma reportagem no Domingo Espetacular de ontem (04/07) com críticas ao Grupo RBS. Segundo a emissora, a empresa tentou “omitir” o caso de estupro contra uma garota de 13 anos. O ato teria sido praticado por três menores, um deles filho de Sérgio Sirotsky, membro do Conselho de Administração do grupo.

A Record questiona o que levou a emissora a divulgar o caso apenas esta semana, “sem entrar em detalhes e sem revelar o envolvimento de um integrante da família que controla a empresa”, criticava a reportagem.

O caso de violência sexual aconteceu em maio, mas foi divulgado primeiramente no blog “Tijoladas do Mosquito”, no dia 28/06. No post seguinte, Amilton Alexandre, dono do blog, criticou a empresa, com o título “A notícia que a RBS não vai dar”.

A primeira matéria da RBS sobre o caso foi publicada no dia 30/06, no Diário Catarinense, Jornal de Santa Catarina e A Notícia, todos do grupo. Nos dias seguintes, o caso também foi noticiado pelos mesmos jornais e no Zero Hora, RBS Notícias e Jornal do Almoço. De acordo com a empresa, os nomes dos envolvidos não seriam divulgados por respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

No dia 02/07, a família Sirotsky publicou um comunicado no Diário Catarinense. No texto, os Sirotsky prestam solidariedade às famílias dos adolescentes envolvidos e alegam que estão acompanhando o caso. A família também lamentou os comentários que tem sido feitos sobre o episódio. “Lamenta a forma irresponsável, maldosa e fantasiosa pela qual o episódio vem sendo propagado, principalmente por alguns sites e blogs na internet”.

Leia o comunicado da família Sirotsky:

À Comunidade Catarinense

A família Sirotsky, sócia majoritária do Grupo RBS, diante de notícias recentemente veiculadas a respeito do envolvimento de um de seus integrantes em ocorrência policial em Florianópolis, esclarece que:

• Dispensa total solidariedade às famílias dos adolescentes envolvidos no lamentável episódio.

• Está acompanhando responsavelmente o adolescente, membro da terceira geração da família, com a atenção, a seriedade e os cuidados adequados à situação.

• Lamenta a forma irresponsável, maldosa e fantasiosa pela qual o episódio vem sendo propagado, principalmente por alguns sites e blogs na internet.

• Confia integralmente nas autoridades policiais e judiciais de Santa Catarina no sentido de que o caso seja esclarecido e encaminhado de forma adequada.

• O Grupo RBS continuará cumprindo sua missão de informar com responsabilidade, ética e transparência, como vem fazendo há 53 anos no Sul do Brasil.

0 comentários: